Júlio de Matos Photography

DIÁRIO DE NOTÍCIAS (18 / 11 / 2009) [back]

Press Clips

English translation available soon.






FOTOGRAFIA

Exposição de Júlio de Matos em Pequim

Por Lusa 18 Novembro 2009

  

O arquitecto e ensaísta fotográfico Júlio de Matos inaugurou hoje em Pequim uma exposição intitulada "Journey" ("Viagem"), que reúne 116 imagens que fez ao longo dos últimos cinco anos em Portugal e na capital chinesa.

"Sinto-me bem em Pequim (...) Cresci aqui como fotógrafo", disse Júlio de Matos à agência Lusa.

Parte das fotografias expostas nesta "Viagem" testemunham a vida nos últimos "hutongs" de Pequim, os típicos becos da cidade cuja origem remonta ao domínio mongol (século XII) e que Júlio de Matos pretendeu "fixar para memória futura".

As fotografias dos "hutongs" foram feitas entre 2005 e 2008, quando a capital chinesa demoliu quarteirões inteiros para modernizar a cidade por ocasião dos Jogos Olímpicos.

A exposição de Júlio de Matos, a primeira do artista em Pequim, estarà patente durante uma semana numa galeria do ministério chinês da Cultura, no centro da cidade.

Além dos "hutongs", Júlio de Matos mostra o Norte de Portugal, através de um conjunto que inclui retratos de Siza Vieira, Graça Morais, Manoel de Oliveira e Pedro Burmester, e as "Casas de Brasileiro", sobre as centenàrias mansões construídas por antigos emigrantes portugueses.

A série mais experimental da exposição, com intervenções gràficas sobre as fotografias, é dedicada a paisagens com àgua e tem por título "Flat Water" ("Água plana").

"São fotografias preciosas e especiais, com um alto nível artístico e um charme único", disse um responsàvel do departamento de intercâmbio internacional do Ministério chinês da Cultura acerca do trabalho de Júlio de Matos.

O Embaixador de Portugal na China, Rui Quartin Santos, enquadrou a exposição nas comemorações do 30.º aniversàrio do estabelecimento das relações diplomàticas entre os dois países e do 10º aniversàrio da transferência de poderes em Macau.

"Espero que estas fotografias inspirem e encorajem os artistas chineses a visitar Portugal e a conhecerem melhor o nosso país e o nosso povo", disse Quartin Santos, citando a experiência de Júlio de Matos.

Formado em arquitectura, profissão que continua a exercer, Júlio de Matos foi o fundador da Escola de Fotografia da Cooperativa Árvore, no Porto.

"Sou um ensaísta da fotografia. Assim como há pessoas que fazem ensaios literàrios, eu faço ensaios fotográficos", diz.

  
[ link à pàgina ]


© 2009-2017 All Photographs and texts by Júlio de Matos | All rights reserved | © Júlio de Matos, 2009-2017